Áreas com vacinação abaixo da meta ou sem recomendação de vacina registram casos de febre amarela

Para a maioria das vacinas, como a febre amarela, a meta indicada para garantir a imunização da população numa área considerada de risco e evitar a disseminação do vírus é de 95% de cobertura. O dado é do Ministério da Saúde.

Isso significa que, mesmo com as doses de vacinas chegando aos municípios, para garantir que os casos sejam contidos, 95% da população alvo precisa estar vacinada, ou seja, além de haver a vacina no posto, é preciso fazer com que as pessoas efetivamente se imunizem.

Essa meta ideal não foi atingida, no entanto, em várias das localidades em que há casos de febre amarela em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.