Carnaúba dos Dantas é a única cidade do RN a participar de projeto da União Europeia

O projeto para reinserção de dependentes químicos na sociedade que foi implementado em 13 cidades do Cariri e Curimataú da Paraíba, financiado pela União Europeia, vai servir de modelo para as outras cidades do país. O principal legado do “Reinserir” foram três projetos de lei aprovados em sete municípios, visando incentivar governos e empresas a receber pessoas em processo de recuperação das drogas.

Os resultados do projeto de integração social “Reinserir” foram divulgados esta semana em João Pessoa. Estiveram presentes os prefeitos e voluntários de Baraúna, Barra de Santa Rosa, Cuité, Cubati, Damião, Frei Martinho, Nova Floresta, Nova Palmeira, Olivedos, Pedra Lavrada, Picuí, São Vicente do Seridó, Sossego e da única cidade do Rio Grande do Norte participante do projeto, Carnaúba dos Dantas.

Em três anos de treinamento e trabalho direto com as pessoas em situação de vício foram 500 mil euros investidos para o enraizamento do “Reinserir” nas cidades.

“O projeto não funciona como uma clínica de recuperação, mas sim como uma forma de mostrar que as pessoas podem se recuperar das drogas quando são oferecidas oportunidade”, explicou a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), principal fomentadora do Reinserir no Brasil.