Robinson propõe nova distribuição de recursos para os poderes do RN

Ainda entre as declarações que deu nesta segunda-feira (8), o governador Robinson Faria defendeu um novo modelo de repasse dos duodécimos.

“Defendo que o governo mude o critério de repasse para os poderes. Os poderes têm que receber os recursos necessários para o seu funcionamento, o Poder Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas, Defensoria Pública não podem ter sobra de recursos”, declarou o governador.

Ele ainda disse, ao G1, que o modelo de isenções fiscais deve ser revisto.

“O Estado do RN tem cerca de R$ 450 milhões por ano de isenções ficais, o Proadi cerca de R$ 250 milhões, e minha pergunta é: beneficia a quem? Eu defendo isenção fiscal para micro e pequenas empresários. É preciso rever essa isenção. Outra questão é enfrentar sonegação”