Polícia Civil prendeu quase 1.200 suspeitos por vários crimes em 2017

As equipes da Polícia Civil, que atuam na Grande Natal e no interior do Estado, conseguiram prender 1.184 pessoas, entre homens e mulheres que são suspeitos pela prática de diversos crimes, cometidos em 2017. Os suspeitos foram detidos em cumprimento a mandados de prisões e também mediante prisões em flagrante.

As pessoas detidas são suspeitas pela prática de crimes como homicídio, estupro, associação criminosa, estelionato, tráfico de drogas, roubos, furtos, receptação de veículos, posse e porte ilegal de arma de fogo, roubos a bancos e caixas eletrônicos. Na Grande Natal, foram presas 664 pessoas e no interior do Estado, 520 suspeitos foram detidos.

Além das prisões, a Polícia Civil deflagrou 70 operações policiais, as quais resultaram em prisões, apreensões de armas, munições, drogas e de materiais ilícitos frutos de crimes. A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) realizou a deflagração de 13 Operações Policiais que conseguiram prender suspeitos envolvidos com crimes como os de roubos a bancos e caixas eletrônicos.