Ativista tenta tirar menino Jesus de presépio no Vaticano

Uma ativista do movimento feminista Femen foi detida nesta segunda-feira (25), no Vaticano, após tentar tirar uma representação do menino Jesus do presépio da praça São Pedro.

O episódio aconteceu por volta de 10h (horário local), antes da bênção de Natal do Papa Francisco. A ativista é ucraniana e estava com o torso nu.

Ela se atirara sobre o presépio aos gritos de “Deus é mulher”, slogan que também estava escrito em suas costas. O caso é acompanhado pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) da Polícia de Estado da Itália.

A ativista tem 25 anos e foi denunciada por resistência, lesão a oficial público, ofensa a confissão religiosa, tentativa de furto e ato obsceno em lugar público. Outra ucraniana, de 22 anos, também foi denunciada.

No Natal de 2014, uma integrante do Femen já havia tentado atacar o presépio da praça São Pedro depois do Natal, mas acabou solta pelo Vaticano.