Impostômetro atinge R$ 2,1 trilhões e deve fechar o ano com alta de 8,4%

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo, que soma todos os impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros no período de 1 ano, atingiu nesta 5ª feira (21.dez.2017) R$ 2,1 trilhões.

Até o último dia do ano, o placar deve chegar a R$ 2,170 trilhões, crescimento de 8,4% em relação ao ano passado, sem considerar a inflação.