Tribunal de Justiça do RN é o 4º que mais gasta com pagamento de benefícios

Com um total de 247 magistrados e com um salário bruto no valor de R$ 28.156,00, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte é o quarto que mais gasta com pagamento de benefícios. Os dados são do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O TJ potiguar fica atrás apenas dos de Mato Grosso do Sul, Maranhão e Minas Gerais. No MS, por exemplo, o salário médio é de R$ 28,2 mil, e os benefícios recebidos garantem um acréscimo médio de quase R$ 8,4 mil.

Segundo reportagem da Agência Estado, 26 tribunais estaduais de Justiça gastam cerca de R$ 890 milhões por ano com esses pagamentos. Na última folha salarial publicada, 13.185 juízes dos TJs (mais de 80% do total) tiveram o contracheque inflado por esses benefícios ou itens similares.

Ainda de acordo com o Estadão, dos TJs estaduais, apenas o do Amapá ainda não abriu a caixa-preta da folha de pagamentos. Com os auxílios, juízes obtêm um ganho de até 30% em relação ao salário básico.

A Agência Estado explica que todos os tribunais estaduais foram procurados pela reportagem. Os 19 que responderam até a conclusão desta edição (SP, DF, CE, PR, MS, MA, MG, PI, TO, AM, ES, RR, BA, SE, RO, SC, PA, RS e GO) ressaltaram que os pagamentos dos salários estão dentro do teto constitucional e que demais auxílios e indenizações constam de legislações estaduais ou resoluções do CNJ, e, portanto, são legais.