Gabriel Medina vence, vai ao 4º round e segue na briga pelo bi mundial

Os tubos voltaram a aparecer no domingo (17) para as duas primeiras rodadas eliminatórias do Billabong Pipe Masters no Havaí. O título mundial de 2017 do World Surf League Championship Tour poderia até ser definido e o dia foi tenso, com disputas decisivas rolando também pelas últimas vagas para o CT 2018. Gabriel Medina ganhou suas duas baterias e segue na briga pelo bicampeonato mundial com John John Florence. Os dois vão ter duas chances de classificação para as quartas de final, assim como mais três brasileiros que passaram pela terceira fase, Caio Ibelli, Italo Ferreira e Ian Gouveia.

Medina e Ian competiram duas vezes no domingo, pois tiveram que disputar a repescagem por terem perdido na primeira fase. Pela manhã, os tubos estavam mais constantes nas séries de 4-6 pés com vento terral, principalmente no Backdoor, mas alguns rodando também nas esquerdas de Pipeline. À tarde, as condições ficaram bem irregulares e vários duelos da terceira fase foram fracos de ondas, com poucas abrindo tubos para dividir entre quatro competidores no sistema de baterias simultâneas utilizado no Havaí.