Três em cada dez presos no Rio Grande do Norte aguardavam julgamento, diz Infopen

Os presos provisórios representavam 34% da população carcerária do Rio Grande do Norte em junho de 2016. São 2.969 presos sem condenação. O índice consta no Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgado na última sexta-feira, 8, pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

De acordo com o estudo, para cada dez presos no sistema prisional potiguar, três esperavam por julgamento. O percentual de presos sem condenação com mais de 90 dias de aprisionamento no estado chegou a 61% em junho de 2016. Segundo o Infopen, 40% dos presos em unidades do estado estavam em regime fechado, 16% estavam sentenciados em regime semiaberto e 9% no aberto.

No Rio Grande do Norte, o número de presos é o dobro do número de vagas, com estas apresentando um déficit de 2.969. A população prisional no RN era de 8.809 presos quando os dados foram coletados em 2016. O levantamento mostra ainda que a taxa de aprisionamento no RN é de 253,5. Já a taxa de ocupação corresponde a 206,5% nos presídios do RN.