Romance ambientado no sertão do Seridó é tema de livro lançado pelo Sesc.

Um poema escrito na telha e para o céu. Este é o mote d’O homem que escrevia pro céu, livro do escritor Bruno Magalhães, natural de Assu RN. A obra, publicada pelo Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), será lançada dia 28 de setembro, às 19h, nas área verde do Sesc Cidade Alta, em Natal.

Nas 241 páginas d’O homem que escrevia pro céu, o leitor é envolvido por uma história encravada no sertão potiguar e com toques de realismo fantástico. Os personagens Neco e Libânio encontram uma telha quebrada e, ao juntar seus pedaços, percebem que formam um poema, mas não sabem quem escreveu em uma telha. Esse é o mote que vai levar esse aspirante a poeta e seu amigo sabido a uma história cheia de aventura, romance, brigas e reviravoltas que crescem à medida que o leitor envereda na trama.

Esta é a 14ª publicação do Sesc RN – terceira só este ano. Em outubro, será lançado mais um livro: Uma releitura cascudiana para o folclore brasileiro, escrito por Severino Vicente. Os livros publicados pelo Sesc, todos de autores potiguares, não podem ser comercializados, e ficam disponíveis para consulta e empréstimo gratuitos nas bibliotecas Sesc espalhadas pelo estado.

Desse modo, a instituição cumpre suas missões de incentivar talentos locais, fomentar a cultura do estado, democratizar o acesso a manifestações e a produtos culturais e formar público.