Banco do Nordeste cresce volume de aplicações no primeiro semestre e atinge R$ 11,2 bilhões.

O Banco do Nordeste contratou 2,4 milhões de operações de crédito no primeiro semestre de 2017, totalizando R$ 11,2 bilhões em investimentos na economia do Nordeste e norte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O montante representa crescimento de 3,6% no volume contratado em relação ao mesmo período de 2016. O lucro líquido atingiu R$ 298 milhões, perfazendo acréscimo de 32,1% dentro do mesmo comparativo. As informações constam no balanço financeiro divulgado nesta sexta-feira, 11.

Especificamente no âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal fonte de recursos do Banco do Nordeste, os números apontam contratações de R$ 6,4 bilhões, sendo R$ 1,1 bilhão por meio do FNE Infraestrutura, destinados a projetos no setor de energia, e R$ 5,3 bilhões contratados em demais linhas de crédito do Fundo, evidenciando acréscimo de 5,7% na quantidade de financiamentos, totalizando 286,3 mil operações.

Empreendimentos rurais e urbanos de mini, micro, pequeno e pequeno-médio portes mobilizaram 68% do total de financiamentos contratados com recursos do FNE, exceto FNE Infraestrutura. O maior volume de recursos beneficiou agricultores familiares e micro e pequenas empresas (MPEs), expressando a dinâmica desses segmentos na economia regional.