Policial civil é presa acusada de mandar matar amante do marido

Policiais no local do crime, em 31 de janeiro.

A Polícia Civil prendeu ontem segunda-feira (5) a agente identificada como Maria Leni Carneiro de Souza, lotada na Delegacia de Macaíba e que estava com um mandado de prisão temporária em aberto. Ela é acusada de mandar matar a amante do marido, crime ocorrido em janeiro desse ano, na cidade de Macaíba.

A vítima, Cilene Alves Galdino, foi executada a tiros na noite do último dia 31 de janeiro, por volta das 21h, no mercadinho de sua propriedade, que fica localizado no Campo das Mangueiras, em Macaíba.

A equipe de policiais civis comandada pelo delegado Márcio Delgado passou a investigar o caso e após colher o depoimento de familiares e testemunhas descobriu que se tratava de um crime passional. “Estamos procurando mais outros três envolvidos no crime”, revelou.

Testemunhas contaram à polícia que o assassino após ter praticado o crime saiu tranquilamente com a arma na mão em direção a um carro de cor prata, que o esperava próximo ao local.