Comando acredita que bombeiros enfrentaram calor de até 60 graus durante incêndio na DISBECOL

A informação é do comandante do Corpo de Bombeiros do Seridó, capitão Marcos Antônio Miranda. Apesar de não ter existido uma apuração mais detalhada do caso, o calor excessivo pode ter sido um principal causador do incêndio registrado nesta quarta-feira (20), das dependências da Distribuidora de Bebidas DISBECOL em Caicó. “O calor já é predominante bem intenso em Caicó e acabou refletindo nos vasilhames de vidros e plásticos existentes no local. Acredito ter ocasionado o que chamamos de combustão natural”, disse o capitão Miranda.

Apesar do preparo que os Bombeiros tem para ações deste tipo, o calor registrado no local, associado as chamas do fogo foi tão grande, que dois militares sentiram-se mal e tiveram que receber atendimento no próprio local. “Não tenho nenhuma dúvida que no calor da operação tivemos um registro de temperatura de 50 a 60 graus centígrados”, finalizou o comandante.

Fonte: Marcos Dantas