Bandidos invadem casa e matam homem com tiro de 12 na frente da família

Criminosos estavam encapuzados e efetuaram apenas um disparo na cabeça da vítima

Três homens encapuzados e armados invadiram uma casa, na noite desta quinta-feira (25), e mataram um homem, na cidade de Nísia Floresta. O crime foi realizado na frente da família de Paulo Francisco do Nascimento, de 31 anos. Ele foi executado com um único tiro de espingarda calibre 12 na cabeça.

De acordo com informações repassadas por testemunhas para o soldado Estevam, da Polícia Militar de Nísia Floresta, os assassinos chegaram e saíram a pé no local do crime. A casa da vitima fica localizada no bairro Mazapas, zona rural de Nísia Floresta.

O soldado Estevam relatou ainda que foi informado que Paulo Francisco já esteve preso há alguns anos, por suspeita de estupro, no entanto, não se sabe se isso teria relação com a morte dele.

A esposa da vítima, Joelma Freire, não quis falar muito sobre a morte do companheiro, mas contou que não sabe o que pode ter motivado o homicídio, pois o marido não vinha recebendo ameaças e também não tinha nenhum tipo de envolvimento com drogas.

Sesed e Polícia Civil anunciam a suspensão da Força-Tarefa

O Secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha, convocou a imprensa na manhã de ontem quinta-feira (25) para anunciar a suspensão do trabalho da Força- Tarefa em cumprimento a ordem judicial, além de esclarecer que os policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), não estão investigando crimes de homicídio e sim dando apoio na segurança das ações executadas.

“O que o Sindicato dos Policiais Civis está argumentado são inverdades. A Polícia Militar atua para ajudar no cumprimento de mandados de prisão e reforçar a segurança das equipes em áreas de risco”, explicou Aldair.

A coletiva também contou com a presença do Delegado Geral da Polícia Civil, Fábio Rogério Silva, do Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Araújo, do Comandante do Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope), Coronel Marcos Vinícius, além da delegada titular da Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), delegada Sheila Freitas.

A decisão de anular o trabalho da Força-Tarefa foi decretada pelo Desembargador Vivaldo Pinheiro, que acatou os argumentos constantes no Mandado de Segurança impetrado pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Estado (Sinpol/RN), indicando a possibilidade dos policiais militares do Bope exercerem funções investigativas.

No entanto, o Secretário de Segurança, Aldair da Rocha, desmentiu as alegações do Sinpol-RN e destacou que cada Instituição cumpre o seu devido papel na Força-Tarefa. “Nós sempre preservamos à autonomia das Instituições, cada uma cumpre suas atribuições, portanto essa acusação do Sinpol é inverídica, eu jamais determinaria, assim como o Delegado Geral nunca autorizaria que qualquer tipo de investigação fosse feita pela Polícia Militar”, destacou.

Aldair da Rocha afirmou ainda que irá cumprir a medida judicial, mas pretende entrar com uma liminar junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para que esse posicionamento do desembargador seja revisto. Ele também aproveitou a ocasião para perguntar à Coordenadora da Força-Tarefa, delegada Sheila Freitas, e ao Comandante Geral do Bope, Coronel Marcos Vinícius se a Polícia Militar alguma vez realizou algum tipo de investigação, o que foi negado por ambos.

A delegada Sheila Freitas, reforçou a posição do Secretário de Segurança reafirmando que nunca o Bope participou das investigações feitas na Força- Tarefa e que a função do Bope é dar segurança e proteção nas prisões realizadas. “É com muita tristeza que recebemos essa ação do Sinpol, que não revela a opinião da maioria dos policiais civis e causa um grande prejuízo às investigações”, disse.

Para a delegada, o Sinpol agiu de forma “errônea” e “irresponsável” e acredita que a suspensão da Força-Tarefa do RN vai aumentar a insegurança da população potiguar. “Essa medida vai por em risco a população que vai ficar a mercê de bandidos de alta periculosidade como também põe em risco até a vida dos policiais que trabalham na Força-Tarefa”, avaliou Sheila Freitas, destacando que houve uma significativa redução do número de homicídios desde o início da atuação da Força-Tarefa.

Força-Tarefa

A Força-Tarefa foi instituída segundo portaria nº 069/2013 publicada em março desse ano pela SESED, com o objetivo de investigar crimes de homicídio com autoria desconhecida e características de execução, no prazo de 90 dias. A medida também visava diminuir a criminalidade, bem como a sobrecarga de trabalho da Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom), até que seja implantada a Divisão Especializada em Investigação aos Crimes de Homicídios. Integravam a Força-Tarefa equipes do Bope, Deicor, Centro de Inteligência da SESED e do ITEP.

Polícia apreende material usado para arrombamento de caixas eletrônicos

Operação São Gonçalo Tranquila está sendo realizada pelas polícias Civil e Militar

A Polícia Civil e Militar estão trabalhando juntas, na manhã desta quinta-feira (25), para retirar de circulação criminosos envolvidos com tráfico de drogas e também assaltos, na chamada Operação São Gonçalo Tranquila. Durante abordagem em uma residência, na rua da Floresta, no Amarante, os policiais apreenderam vasto material usado no arrombamento de caixas eletrônicos.

Informações repassadas pelo capitão Ivson Lima, comandante do Policialmente da PM em São Gonçalo do Amarante, dão conta que foram encontrados na casa cilindros de oxigênio, maçaricos e até mesmo pedaços de caixas eletrônicos.

Até o momento, ainda de acordo com o oficial, nenhum suspeito foi preso, mas a polícia está a procura de um homem, apontado como autor de vários delitos e que tem mandado de prisão em aberto. Toda ação da Polícia Militar e Polícia Civil está sendo auxiliada pelo helicóptero da Secretaria Estadual de Segurança Pública, o Potiguar 01.

Suspeitos da morte de soldado da PM são presos

Soldado Sandro foi assassinado em via pública

Policiais Civis de São Paulo do Potengi prenderam, na manhã desta quinta-feira (25), dois suspeitos de terem assassinado o soldado da Polícia Militar Sandro Richele de Araújo, crime ocorrido em outubro de 2012. Através de investigações, os policiais chegaram até Ozivaldo Costa Ambrósio, de 27 anos, conhecido como "Galeguinho", e Jokibson Bruno Sales de Lima, de 22 anos.

O soldado Sandro Richele era suspeito de envolvimento com grupo de extermínio e respondia a processo já Justiça comum e também na militar. O policial havia sido preso nas operações Jabulani e Laduma, deflagradas pela Polícia Civil em 2010. Ele foi morto a tiros, no dia 31 de outubro de 2012.

Osivaldo e Jokibson

De acordo com a polícia, o suspeito Jokibson Bruno teria seguido o soldado e o localizou em via pública, em São Paulo do Potengi. Com isso, ele teria ligado para Ozivaldo Costa, o Galeguinho, e informado a localização, para que ele fosse até lá e praticasse o homicídio. A polícia ainda não divulgou qual seria a motivação do crime.

Cearense foragido e suspeito de latrocínio é preso em Apodi

Homem é considerado foragido da Justiça cearense por crime de latrocínio

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte prendeu ontem quarta-feira (24), na cidade de Apodi, na região Oeste potiguar, um cearense de 24 anos foragido da Justiça do Ceará, suspeito de latrocínio (roubo seguido de morte). A prisão aconteceu após uma denúncia anônima.

De acordo com a PM, o cearense José Rogério Moreira Colares Junior, 24 anos, é natural de Tabuleiro do Norte tinha um mandado de prisão em aberto expedido pela comarca de Limoeiro do Norte, no mesmo estado.

Ainda segundo a PM, o foragido foi encontrado em casa, na rua Marechal Floriano Peixoto. Após ser levado para a delegacia, o homem disse que morava em Apodi desde agosto de 2012.

Ciclista de 67 anos morre atropelado por caminhão na BR-405

Acidente aconteceu na saída do município de Apodi

Um ciclista de 67 anos morreu atropelado por um caminhão Volvo em acidente registrado na tarde de ontem quarta-feira (24) pela Polícia Rodoviária Federal na BR-405, trecho próximo ao Forno Velho, saída para a cidade de Apodi, na região Oeste do Rio Grande do Norte. A vítima foi identificada como Pedro Anselmo da Silva.

Ainda de acordo com informações da PRF, o motorista do caminhão fugiu do local do acidente e ainda não foi localizado. Os agentes que atenderam a ocorrência disseram que a vítima pedalava na marginal da pista quando foi atropelada pelo veículo.

O Instituto Técnico-Científico de Polícia realizou os procedimentos de perícia no local do acidente e recolheu o corpo para necropsia. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Apodi.

PM prende quadrilha suspeita de roubar padaria em área nobre de Natal

Suspeitos foram presos no bairro das Rocas e conduzidos à delegacia

Sete pessoas foram presas no final da manhã de ontem quarta-feira (24) suspeitas de participarem do assalto à padaria Boca do Forno, crime registrado na última segunda-feira (22) em Lagoa Nova, bairro da zona Leste de Natal. A prisão aconteceu nas Rocas, onde, segundo a polícia, a quadrilha estava escondida. Entre os suspeitos estão três adolescentes.

 De acordo com o tenente Hugo Leite, da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas da PM (Rocam), a polícia recebeu uma ligação anônima informando  que os assaltantes da padaria estavam escondidos em uma casa na rua Ferreira Itajubá, em uma área conhecida como Beco do Releixo, nas Rocas. Policiais da Rocam, do Batalhão de Choque e do Primeiro Batalhão da PM fizeram um cerco à residência.

“Conseguimos pegar três deles dentro da casa. Os outros tentaram fugir pulando muros mas todos foram pegos”, disse o oficial. Quatro armas de fogo foram apreendidas com os suspeitos. "Eles tinham três revólveres calíbre 38 e uma pistola 365", disse.

Prisão da quadrilha suspeita aconteceu no bairro das Rocas

O assalto

A ação dos bandidos na padaria Boca do Forno foi registrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. O local foi assaltado na noite desta segunda-feira (22) no bairro Tirol, zona Leste de Natal. Nas imagens cedidas é possível constatar que o assalto durou menos de 5 minutos, tempo suficiente para que os criminosos levassem R$ 4 mil e deixassem um cliente ferido.

Segundo a polícia, a vítima foi atingida por um tiro de raspão e recebeu alta médica horas depois do assalto.

As imagens também mostram quatro homens chegando à padaria. Eles roubam dinheiro e aparelhos celulares dos clientes. A quadrilha ainda entrou na cozinha e rendeu os funcionários. Segundo as vítimas, os assaltantes ameaçavam atirar a todo o momento. Um deles chegou a atirar. A bala atingiu de raspão um cliente. O circuito de segurança não registro o momento do disparo.

Dupla é presa pela PRF com carro roubado e droga na BR 101

Suspeitos estavam transportando maconha de Parnamirim para Goianinha

Os policiais rodoviários federais que faziam patrulhamento na BR 101, nas imediações de São José de Mipibu, realizaram a prisão de dois homens, na noite de ontem quarta-feira (24). Marcelo José dos Santos Souto, de 35 anos, e Anderson Ferreira Costa, de 33 anos, estavam em um carro roubado e também transportavam droga no veículo.

A dupla, de acordo com a PRF, estava em um veículo modelo Corsa Classic. Ao parar o carro, os policiais logo checaram a placa e descobriram a queixa de roubo. A partir daí, eles começaram a interrogar os suspeitos, que entraram em contradições. Desconfiados, os patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal decidiram fazer uma revista minuciosa no interior do veículo.

Marcelo José e Anderson Ferreira

Com isso, foi encontrado 1,6 kg de maconha, divida em dois tabletes. Além disso, os policiais encontraram uma substância semelhante à droga haxixe. No entanto, somente após perícia é que será possível afirmar se realmente era o entorpecente. Os policiais também apreenderam uma quantia em dinheiro.

Em entrevista ao Portal BO, Anderson Fereira declarou que saiu de Parnamirim e estava indo para Goianinha, onde deveria entregar a maconha. Para isso, ele receberia a quantia de R$ 1 mil. O suspeito, porém, não quis dizer com quem pegou a droga e nem quem seria o destinatário.

Ele também revelou que o carro em que estava, o Corsa Classic, pertencia a Marcelo, que trabalha comercializando veículos. Marcelo, por sua vez, alegou que não sabia que o veículo tinha queixa de roubo. O inspetor Márcio Mendonça, da PRF, encaminhou a dupla para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde eles seriam autuados por receptação de veículo roubado e tráfico de drogas

 

Ex-presidiário é executado na porta de casa

Paulo Denilson sofreu três tiros

Um homem de 23 anos foi executado na porta de casa, na tarde de ontem quarta-feira (24), no loteamento Vale Dourado, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal. Paulo Denilson Tavares Bernardo ainda tentou correr para escapar dos tiros, mas acabou morrendo na segunda travessa Pedra Branca. Segundo a polícia, a vítima já tinha respondeu por tráfico e roubo.

De acordo com o tenente Santos, do 4º Batalhão, Paulo estava na calçada de casa sozinho quando foi surpreendido por homens que chegaram em um veículo tipo Pálio de cor verde. Um dos ocupantes do carro desceu armado e efetuou três disparos em direção ao ex-presidiário. Dois tiros atingiram as costas e outro a cabeça da vítima.

"Esta execução tem características de acerto de contas, mas somente a polícia civil que irá investigar e apontar a verdadeira razão para o crime", disse. O crime aconteceu por volta das 14h, mas mesmo assim poucas pessoas testemunharam o fato. As testemunhas que poderiam enriquecer o relatório da polícia preferiram se afastar do local e manter a lei do silêncio.

Juiz do CNJ considera presídios do RN 'piores que masmorras'

Unidades visitadas foram classificadas como 'piores que masmorras

O juiz Luciano Losekann, que atua junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) coordenando a fiscalização do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF), inspecionou ontem quarta-feira (24) unidades em Natal. Ao constatar as condições dos prédios, o magistrado classificou os locais como “piores que masmorras”. Na sexta-feira (19), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, visitou a maior unidade prisional do RN e também avaliou mal a penitenciária. “É caótica. A situação do sistema do Rio Grande do Norte é uma das mais graves do país”, afirmou.

Os magistrados foram ao Centro de Detenção Provisório (CDP) da Ribeira, à Cadeia Pública Raimundo Nonato, além do Complexo Penal João Chaves, onde inspecionaram a detenção e o sistema semiaberto masculino. Em todos os locais, o quadro é de absoluta falta de estrutura e de um cenário degradante e promíscuo para os presos, classificou o Tribunal de Justiça do RN (TJRN). Na avaliação dos magistrados, falta uma melhor gestão nas cadeias e presídios que poderiam minimizar certas situações e ao mesmo tempo promover o trabalho dos presos, como a limpeza das celas.

O coordenador do DMF também criticou a alegação do Poder Executivo estadual de que não há dinheiro para criação de novas vagas no sistema, lembrando que o próprio Governo Federal tem recursos para a criação de presídios. “O que faltam são os projetos”, disse Losekann. Como exemplo de avanço, Luciano Losekann citou o caso do Espírito Santo, o qual investiu R$ 430 milhões em recursos próprios na construção de 27 unidades prisionais em oito anos. Os recursos vieram dos royalties do petróleo. “Ainda está longe do ideal, mas já melhorou em muito a situação lá”, apontou.

Quadrilha invade casa de PM, faz arrastão e terrorismo com esposa dele

Farda do policial encontrada pelos bandidos na casa foi rasgada na frente da esposa

Bandidos armados invadiram a casa de um policial militar, na noite de ontem terça-feira (23), e promoveram momentos de terror para a esposa dele que estava na residência, juntamente com a filha do casal, uma criança de um ano e oito meses. O crime aconteceu na rua Vale do Pitimbu, no Planalto, por volta das 19, e o soldado J. Martins, do 9° Batalhão, não estava no local no momento do crime.

No entanto, logo que descobriram que a casa pertencia a um policial militar, após encontrarem uma farda nos armários, os quatro criminosos iniciaram uma sessão de terrorismo contra a esposa dele. Eles rasgaram a farda da polícia e disseram que iriam esperar o soldado chegar e que iriam arrancar os dedos deles.

Além disso, os assaltantes se disseram matadores de policiais e prometeram executar o militar. Toda a ação durou cerca de uma hora e os bandidos ficaram dentro da casa recolhendo objetos como frigobar, TV, micro-ondas, roupas e objetos de pequeno porte, como celulares e joias.

Durante um descuido dos criminosos, a esposa do policial tentou sair da casa, porém, ela foi surpreendida por outro assaltante que ficou do lado de fora e chegou a ser agredida com puxões nos cabelos. Por fim, a quadrilha pichou uma das paredes da casa do militar, escrevendo o número 157, referente ao crime de assalto do Código Penal Brasileiro.

Tenente Dias, oficial de serviço do 9° Batalhão da PM, informou que várias diligências estão sendo realizadas em toda a região, na tentativa de prender os suspeitos. O policial J. Martins também conversou com a reportagem e declarou: "enquanto nós estamos protegendo a família dos outros, a minha estava em perigo. Agora, confio no trabalho dos meus colegas e espero que todos sejam presos”.

Policiais da Deprov prendem dupla suspeita de receptação de veículos

Prisão foi feita após denúncia anônima

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa e Propriedade de Veículos (Deprov) prenderam, na tarde de ontem terça feira (23), uma dupla suspeita de receptação de veículos roubados. Os homens foram identificados como Diego Luiz Freire de frança, 28 anos, técnico em refrigeração, e Antônio Nogueira de Góies, de 36 anos, comerciante, conhecido como "Toinho".

Antônio é um velho conhecido da polícia, com várias passagens. Ele foi preso em 2010 na "Operação Mão na Roda", em outubro de 2012, na "Operação Midas", coordenada pela Defur, e, em março de 2013, sob a acusação de arrombar residências. Diego também já tem passagem pela polícia.

A prisão ocorreu quando os policiais da Deprov estavam fazendo uma investigação em Parnamirim. Após uma denúncia anônima dizendo que haviam dois individuos na lateral do Detran com um veículo suspeito, os policiais foram até o local e encontraram esses dois homens trocando a placa de um Corolla.

Ao constatar que o veículo tratava-se de um Corolla tomado de assalto no dia 19 de março, na rua Ilse Marinho, em Capim Macio, os policiais deram voz de prisão aos dois elementos. Eles foram presos por receptação e por adulterar as características do veículo. 

Ciclista morre após briga de trânsito na zona Norte de Natal

Uma briga de trânsito pode ter motivado a morte de um ciclista de 30 anos na noite de ontem terça-feira (23), no bairro Panatis, zona Norte de Natal. O crime aconteceu na avenida Paulistana por volta das 19h30. De acordo com o oficial de plantão do 4º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, a vítima foi morta com três disparos de arma de fogo.

Segundo o oficial, testemunhas relataram que o ciclista transitava próximo ao colégio Hipócrates quando se envolveu em uma discussão de trânsito com o motorista de um veículo modelo Fiat Uno de cor branca. “As testemunhas disseram que o motorista sacou uma arma e atirou várias vezes. Pelo menos três tiros atingiram o ciclista”, afirmou.

Ainda de acordo com o oficial, o motorista fugiu do local e as testemunhas não conseguiram anotar a placa do carro. O ciclista foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu 20 minutos após dar entrada na unidade.

Menino de cinco anos vê pai morrer eletrocutado

Um homem de 25 anos morreu na noite de ontem terça-feira (23) vítima de um choque elétrico na zona rural de Macaíba, município da Grande Natal. Segundo o subtenente Pereira, do 11º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o homem estava mexendo na caixa de energia de uma fábrica desativada quando sofreu a descarga. "O filho dele, um menino de 5 anos de idade, presenciou a morte do pai", disse o policial.

Ainda de acordo com o subtenente, a vítima estava em uma fábrica de beneficiamento de mamão desativada há alguns anos, que fica por trás da Coteminas. Pereira também contou que o homem morava na região. "Ele foi encontrado morto pelos próprios familiares", disse, acrescentando que, a chuva que caia na hora, pode ter contribuído para o choque.

Segundo o comandante do 11º BPM, major Fábio Araújo, confirmou que o filho de 5 anos testemunhou a morte do pai. "Possivelmente ele foi para lá para retirar a fiação. O filho estava com ele, mas não tinha contato físico na hora. Por isso não sofreu o choque também", afirmou o major.

'É cedo para culpar ex', diz delegado sobre morte de professor

Professor assassinado

O delegado Wellington Segundo - responsável pelas investigações do assassinato do professor Sérgio Laureano, de 34 anos, - ainda não aponta o suposto ex companheiro da vítima como suspeito do assassinato. O crime aconteceu nesta segunda-feira (22) em Canguaretama, a 68 quilômetros de Natal.

"O ex-namorado dele se apresentou espontaneamente na delegacia. Ele disse que não tem nada a ver com o crime. Mas eu ainda vou interrogá-lo, ainda hoje ou no início da manhã desta terça (24)", disse o delegado Wellington.
Ainda segundo o delegado, tudo leva a crer que o professor foi executado. "Pela quantidade de tiros, e como só ele foi atingido acreditamos que foi uma execução. Agora precisamos entender o motivo e chegar aos suspeitos. Estamos na rua investigando", afirmou o delegado.

"Ainda não posso adiantar nada. Mas temos várias testemunhas para serem ouvidas e possivelmente poderemos cumprir mandados de busca", acrescentou Segundo.

Familiares do professor acreditam que  o crime foi passional. Segundo José Célio Laureano Mendonça, irmão da vítima, o mandante do homicídio seria um homem com quem Sérgio teve um relacionamento amoroso. O namoro teria chegado ao fim há duas semanas.

O irmão do professor também afirma que os dois tinham brigas violentas. “Em uma dessas brigas ele (o namorado) chegou a agredir a nossa mãe”, afirmou Célio. Maria Lourdes de Mendonça, de 69 anos, mãe de Sérgio, confirma a história.

Militar do Exército e funcionário público morrem em acidente na BR-226, em Currais Novos

Carro alugado pelo Exército saiu da pista e capotou, diz PRF

Um acidente fatal do tipo capotamento ocorrido no KM 171 da BR 226, entre Currais Novos e Santa Cruz/RN, deixou duas pessoas mortas no final da manhã de hoje terça-feira, (23), por volta das 10 horas e 40 minutos.

De acordo com informações apuradas, morreram, o 2º Sargento do 1º Batalhão de Engenharia de Construção, Wendel Marcel Silva Souza, natural de Terezina/PI, e Salustiano Bezerra de Medeiros, mais conhecido por “professor Salu”, de 45 anos, funcionário da Prefeitura Municipal de Currais Novos/RN. Outro militar, que dirigia o carro, foi identificado como o 2º Sgt Edmundo Souza Santos, natural de Salvador/BA. Ele sofreu fratura em uma das pernas, ficou preso às ferragens e foi socorrido ainda com vida.

Eles estavam em ocupando uma caminhonete S10 de placas MOA-4343/Natal (alugada ao 1º Bec), para o uso nas fiscalizações da Operação Pipa. Os três ocupantes estavam realizando monitoramento do andamento da Operação Pipa que leva água para as comunidades rurais.

A dificuldade de acionar os técnicos do Itep para fazer a remoção dos corpos fez com que uma equipe da Polícia Rodoviária Federal se deslocasse até Caicó. Só então uma equipe foi avisada das mortes. Os telefones convencionais, móveis e o sistema de internet Velox e Caicó foram danificados por causa dos raios e trovões durante a chuva caída na noite de segunda-feira.

PMs acusados de homicídios estão no pavilhão 5 de Alcaçuz

Wendel Cortez e Rosivaldo Azevedo estão no pavilhão cinco de Alcaçuz, o Rogério Coutinho Madruga

Os policiais militares reformados, Wendel Fagner Cortez de Almeida e Rosivaldo Azevedo Maciel Fernandes, estão desde a noite da sexta-feira passada (19) numa cela isolada do Presídio Rogério Coutinho Madruga, conhecido também como Pavilhão 5 de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Região Metropolitana de Natal. Os militares são acusados de terem praticado um homicídio na zona rural da cidade de Afonso Bezerra, distante 168 quilômetros da capital, em 23 março deste ano. A vítima foi Jackson Michael da Silva Soares, 24, assassinado com vários disparos de arma de fogo no assentamento Floresta I.

O juiz de Execuções Penais, Henrique Baltazar, confirmou que assinou a transferência dos presos para o Presídio Rogério Coutinho Madruga em decorrência da falta de vagas em outras unidades prisionais e, ainda, pela inexistência de uma penitenciária militar no Rio Grande do Norte. Ele destacou, entretanto, que devido aos dois acusados serem militares, não ocupam uma cela com os demais presos. "O isolamento deles é automático. Não há necessidade deste pedido ao juiz pelo fato deles serem militares", esclareceu o magistrado. A advogada dos policiais, Kátia Pinto, tentou evitar a transferência dos clientes para o presídio, mas não obteve êxito.

Os PMs reformados foram detidos no início da manhã da última sexta por policiais da Divisão Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deicor) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), no  cumprimento de um mandado de prisão temporária. Ambos foram levados à sede da Deicor, na Ribeira, onde permaneceram por quase dez horas prestando depoimento à delegada Sheila Freitas, titular da Divisão. A delegada não quis falar com a imprensa, nem forneceu detalhes acerca das investigações, alegando que o caso permanece sob segredo de Justiça.

Mutirão Carcerário inspeciona Alcaçuz

O juiz Esmar Custódio visita o maior presídio do RN

Representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e juízes que trabalham na revisão dos processos e inspeção às unidades do sistema prisional do Rio Grande do Norte visitam o presídio de Alcaçuz, no município de Nísia Floresta, na manhã de hoje (23). A inspeção tem como objetivo constatar e tomar nota daqueles que são os principais problemas detectados na unidade — seja por observação —, ou informações repassadas por agentes de segurança e mesmo os presos.

As informações devem fazer parte de um relatório posteriormente elaborado pelos integrantes desta comissão coordenada pelo juiz auxiliar do CNJ e membro do Tribunal de Justiça do Tocantins Esmar Custódio Vêncio Filho, que até a manhã de ontem havia visitado 21 unidades prisionais do sistema carcerário do Estado. Na última sexta-feira, a unidade foi rapidamente visitada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, que classificou o sistema prisional potiguar como "um dos piores do país".

A imprensa não teve acesso à inspeção realizada nesta manhã pela equipe do Mutirão Carcerário.

Professor de ensino fundamental é executado a tiros

Sérgio Laureano foi assassinado dentro de casa

O professor de ensino fundamental Sérgio Laureano de Mendonça, de 34 anos, foi executado a tiros na noite de ontem segunda-feira (22). Segundo a polícia, o crime aconteceu na comunidade de Piquiri, na zona rural de Canguaretama, a 68 quilômetros de Natal. Segundo o comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, major Genilton Tavares, o homicídio foi registrado por volta das 21h30. A vítima sofreu pelo menos seis tiros.

De acordo com o relatório da PM, o professor foi morto dentro de casa, na rua 17 de Maio. “Dois homens pularam o muro e entraram na residência. Ele estava deitado no sofá. Um dos homens entrou na sala e atirou pelo menos seis vezes contra ele. O professor morava com os pais desde que se separou da esposa”, revelou o major. Os idosos, ainda segundo o oficial, não foram agredidos fisicamente. “Ao que parece, ele era mesmo o alvo da execução”, afirmou Tavares.

De acordo com relatos de testemunhas, os dois homens fugiram em uma moto. A polícia fez diligências pela região, mas não encontrou nenhum dos suspeitos. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Canguaretama. O delegado Wellington Segundo, responsável pelas investigações, disse que a polícia ainda não sabe o que pode ter motivado o crime.

A secretaria de Educação de Canguaretama informou que o professor era pedagogo e dava aula para crianças do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Antônio Câmara, localizada em Piquiri. Sérgio era tido como um homem calmo e conhecido pela população. De acordo com uma representante da secretaria, que não quis se identificar, “a cidade está comovida. Ninguém conhecia um vício dele ou algo que justificasse isso”.

O corpo do professor já foi liberado pelo Itep e o velório está acontecendo em Piquiri.

Suspeito de matar mototaxista e adolescente de 15 anos é preso

Acusado e a arma usada no crime

A Polícia Civil prendeu, ontem segunda-feira (22), um jovem de 19 anos suspeito de dois homicídios. Ítalo Coelho dos Santos foi localizado na cidade de Macaíba, após denúncias anônimas, e, inclusive, tinha mandado de prisão em aberto. Ele é apontado como autor da morte de um mototaxista, em Parnamirim, e de uma adolescente de 15 anos, em Natal.

O delegado Márcio Delgado Varandas, titular da Delegacia de Macaíba, informou que Ítalo também é suspeito de realizar assaltos naquela cidade, nas últimas semanas. O jovem é investigado pela morte do mototaxista Francisco Vilela, de 44 anos, que teria sido assassinado durante um assalto, no dia 1º deste mês de abril.

Ítalo Coelho negou os crimes, mas tinha mandado de prisão em aberto por homicídio

O caso é investigado pela Delegacia de Parnamirim. Além disso, a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) também investiga Ítalo Coelho. Ele é suspeito de matar a adolescente Raiane Dayara Santiago Silva, no dia 5 de janeiro, no bairro de Santos Reis, em Natal.

Na ocasião, a jovem estava acompanhada do namorado, que, de acordo com a polícia, seria o alvo dos tiros. Em conversa com a reportagem do Portal BO, Ítalo declarou que tinha uma rixa com o namorado da adolescente, mas negou que tivesse matado Raiane Dayara. Ele também negou o homicídio do mototaxista.

No momento em que foi preso, nesta segunda, em Mangabeira, o jovem estava de posse de uma pistola calibre ponto 40. A arma havia sido furtada de um policial civil, em dezembro do ano passado.